Clique na imagem para visualizar com detalhes
  • Preparo: 15 minutos
  • Cozimento: 10min/15min
  • Dificuldade: Fácil
  • Rendimento: 7

Ingredientes

  • 2 xícaras de aveia

  • 13 colheres de sopa de farinha de trigo

  • 1 colher de sopa de farinha de linhaça

  • 5 colheres de sopa de açúcar

  • 1/2 xícara de água

  • 1 fio de óleo

  • 1 colher de sobremesa de fermento

  • 1 colher de café de vinagre

  • Goiabada cortada em cubinhos

Instruções de preparo

Em uma vasilha misture todos os ingredientes, exceto a goiabada.

Misture com as mãos, sovando até obter uma massa homogênea.

Enfarinhe uma superfície lisa.
Abra a massa com um rolo de macarrão e corte com cortadores de biscoitos.

Coloque os cubinhos de goiabada em cima dos biscoitinhos.

Unte um tabuleiro, coloque os biscoitos e leve ao forno até que fiquem com o fundo levemente douradinho.

Avaliação nutricional

Essa receita da Vivi Moraes é tudo de bom para a criançada! Uma opção excelente para colocar na lancheira dos pequenos.

A aveia, além de super saborosa, é rica em fibras. Sua combinação com a linhaça é uma excelente forma de proteger a saúde do coração dessas crianças. Temos que começar desde cedo, pois as doenças do aparelho circulatório são as que mais levam embora a vida das pessoas. Além do que essa receita não tem gordura trans, um dos maiores vilões para a saúde do coração (essa gordura está presente em grande parte dos alimentos que colocamos nas lancheiras da garotada).

Como sempre, deixo algumas dicas para tornar a receita ainda mais nutritiva:

Use açúcar mascavo no lugar do refinado, pois ele tem alguns minerais, como o ferro, na sua composição. Coisa que o açúcar refinado não tem.

Substitua parte da farinha de trigo refinada pela integral (use a farinha fina), que contém mais minerais e fibras.

Troque a goiabada por alguma fruta seca, como ameixa, passas, figo, etc.

Uma observação importante: se a criança for muito pequena, entre 2 e 4 anos, não é recomendável oferecer muitos alimentos integrais, pois as fibras podem antecipar a saciedade e a criança poderá comer menos calorias do que o necessário. Para essa faixa etária, não é preciso substituir a farinha refinada pela integral (desde que a criança coma direitinho!).

Comentários

anuncie aqui bottom