Clique na imagem para visualizar com detalhes
  • Preparo: 20 min.
  • Cozimento: 45-50 min.
  • Dificuldade: Fácil
  • Rendimento: 2
Galette é uma torta sem forma, com aparência rústica, que tanto pode ter um recheio salgado como doce. É muito fácil de preparar: fazer a massa, preparar a fruta e levar ao forno são os únicos passos de uma receita que não falha.

Ingredientes

  • Massa:

  • 1 xícara (120g) de farinha de trigo integral ou farinha de trigo refinada (ver nota)

  • 1 colher de chá de açúcar

  • ¼ colher de chá de sal

  • 6 colheres de sopa (aproximadamente 80g) de gordura vegetal (creme vegetal ou gordura de coco - ver nota)

  • 4 colheres de sopa de água gelada

  • Recheio:

  • 2-3 pêssegos pelados e cortados em fatias

  • 2 colheres de sopa de açúcar areado

  • 1 colher de chá de amido de milho (se os pêssegos forem muito maduros, o amido previne que se liberte muito líquido da galette)

  • ½ colher de chá de extrato de baunilha

  • Uma pitada de canela

Instruções de preparo

Para fazer a crosta da galette, com um garfo misture a farinha com o açúcar, o sal e o creme vegetal cortada em cubos (ou outro tipo de gordura vegetal que preferir utilizar). Pode ser feito no processador de alimentos. Adicione 4 colheres de sopa de água gelada. A massa deve ficar bem unida, com uma boa consistência. Se não, adicione mais 1 ou 2 colheres de sopa de água. Ou se ficar muito úmida, adicione um pouco de farinha.

Coloque a massa no papel vegetal e forme um círculo de aproximadamente 30cm. Guarde a massa no frigorífico durante 10 minutos. Enquanto a massa descansa, misture os ingredientes do recheio numa tigela à parte.

Retire a massa do frigorífico, e coloque o recheio dos pêssegos no centro, deixando cerca de 2 polegadas livres na periferia do círculo. Dobre as bordas da galette, por cima do recheio e, se quiser, pode decorar as bordas com açúcar areado.

Leve ao forno a uma temperatura de 190ºC durante 45-50 minutos. Retire do forno assim que a crosta ficar dourada e crocante.

Nota: A utilização de farinha de trigo integral é opcional, mas se quiserem adicionar recomendo uma proporção de 1/3 ou até ½ da quantidade de farinha total. Relativamente às gorduras, é mais fácil trabalhar com creme vegetal do que com óleo de coco. Mas se quiserem utilizá-lo, recorram ao processador de alimentos para misturar esta gordura ainda em estado sólido à farinha. E não levem a massa a descansar no frigorífico, pois como o óleo de coco solidifica mais depressa do que o creme vegetal, a massa tornar-se-ia quebradiça.


Comentários

anuncie aqui bottom